Johnny Depp Forever
A sua fonte de informações sobre o ator e músico Johnny Depp
Quem é quem em ‘Dark Shadows’
setembro 22, 2011

Na matéria que divulgou a primeira imagem oficial de “Dark Shadows”, o site da  Entertainment Weekly trouxe também o perfil de cada um dos personagens do filme, descritos pelo roteirista Seth Grahame-Smith. Confira a tradução abaixo.
Contém revelações sobre a história.

Clique para continuar lendo »»»

(1) Dra. Julia Hoffman (Helena Bonham Carter) – Da Rainha Vermelha de Alice no País das Maravilhas, à cozinheira canibalesca Sra. Lovett, em Sweeney Todd, Burton não pode evitar colocar a mãe de seus filhos no papel de uma pessoa perturbada. Essa cerimoniosa e respeitável psiquiatra, que passou a residir com a família Collins para cuidar de seu menino mais novo com problemas, pode parecer quebrar essa tendência – mas não apostaria nisso. “Dra. Hoffman está lá há anos, trabalhando com David [o menino na foto], mas não faz qualquer progresso. Ele ainda afirma que vê fantasmas e fala com sua mãe morta”, Grahame-Smith diz. “Ela é louca, mas brilhante. Obviamente ela é uma excêntrica, e, definitivamente, gosta de um drinque ou dois. Ela está definitivamente um pouco fora de si, e é uma mulher com muitos de seus próprios segredos”. O escritor brinca: “Ela também vai se interessar por Barnabas em mais de uma maneira”.

(2) Carolyn Stoddard (Chloë Moretz) – Apesar de ter feito uma voraz vampira criança no aclamado (mas pouco visto) Deixe-me Entrar, Moretz está no lado humano do espectro em Dark Shadows – embora isso não signifique que esta prima do jovem David Collins (e filha do personagem de Michelle Pfeiffer, vista na extrema direita) não tenha suas próprias peculiaridades. “Carolyn é a típica adolescente no início da década de 1970”, Grahame-Smith diz. “Ela gosta de sua música e gosta de suas revistas, e não gosta de ninguém em sua família. Ela gosta de manter a porta fechada e se guardar para si mesma. Ela é muito normal, mas as aparências enganam. Eu não diria que há uma pessoa normal nesta foto”.

(3) Angelique Bouchard (Eva Green) – A Bond Girl de Cassino Royale aparece aqui como a vilã da história. “Angelique é uma bruxa que conhece Barnabas desde 1700, quando teve um caso que não deu certo. Ela é quem amaldiçoou-o a ser um vampiro e o trancou num caixão”, Grahame-Smith diz. “Desde que ele foi embora, Angelique tornou destruir a família Collins a missão de sua vida. Então, quando Barnabas aparece novamente depois de todos esses anos, ela não está muito feliz em vê-lo”.

(4) David Collins (Gulliver McGrath) – Solitário, confuso, e negligenciado por seu pomposo pai (Jonny Lee Miller, mais à direita ao lado de Pfeiffer), David não tem ninguém para confiar, exceto sua estranha psiquiatra – e os mortos, que ele afirma ver. Grahame-Smith o descreve como “um doce, curioso, precoce garoto cuja família tem marcado como um pouco louco”. Então, ele finalmente consegue um novo guardião para cuidar dele…

(5) Victoria Winters (Bella Heathcote) – Esta jovem chega para se tornar a nova preceptora de David. “Quando Barnabas conhece Victoria, ele instantaneamente lembra da mulher que perdeu em 1700, antes que ele fosse amaldiçoado a ser um vampiro”, diz Grahame-Smith. “Eu não diria que ele se apaixona por ela, mas há uma atração instantânea, uma conexão imediata”. Ela é a reencarnação de sua amante condenada, Josette du Pres? “No início, ficamos com a sensação de que ela tem um passado secreto, e isso é desvendado à medida que segue a história”, diz o roteirista.

(6) Barnabas Collins (Johnny Depp) – Ele foi um cavalheiro do século 18, um empresário pouco antes da Guerra Revolucionária, que foi transformado contra a sua vontade em um vampiro e enterrado em um túmulo por dois séculos. Depois que ele finalmente emerge, descoberto por trabalhadores da construção civil no ano de 1972, ele procura seus descendentes – bem como alguns adversários há muito tempo e um possível amor perdido.
“Ele tem estado vivo esse tempo todo e com muita fome, sem idéia do que está acontecendo lá fora”, diz o roteirista Seth Grahame-Smith (autor de “Abraham Lincoln: Vampire Hunter”, que Burton está produzindo como um filme).
Barnabas é um vampiro que é tão assustado com nosso tempo como nós somos com ele, diz o produtor Richard D. Zanuck: “Duzentos anos depois, ele de repente está caminhando a cidade que ele viu ser construída e vê meninas de saias, carros pela primeira vez. É um homem fora de seu tempo, uma história de terror sobrenatural, mas eu coloquei “horror” entre aspas”.
Apesar de sua confusão, ele ainda é um conquistador. “Em certo sentido, ele pode ser um assassino terrível, por outro lado, as mulheres têm uma queda por ele e ele tem uma fraqueza por mulheres”, Grahame-Smith diz. “Ele pode ser muito bem-educado, um vampiro bem-intencionado na maioria das vezes, até que seu estômago está vazio ou alguém desafia sua amada família Collins”.

(7) Sra. Johnson (Ray Shirley) – “Pobre velha Sra. Johnson…”. Grahame-Smith suspira quando se fala da mulher velha sentada na parte de trás por trás de Depp. “Ela é a empregada doméstica, sobretudo cega e surda, que esteve com eles ao longo de décadas e décadas. Você pode encontrá-la polindo um talher de prata com uma placa de mentira, porque ela pensa que é um pano de polimento. Eu não acho que ela realmente diz alguma coisa no filme inteiro. Ela é apenas uma espécie naquele lugar”. Ele ri: “Acrescentando que foi idéia do Tim”.

(8) Willie Loomis (Jackie Earle Haley) – Quão pavoroso se é para desempenhar o verdadeiro jardineiro Willie? O indicado ao Oscar por Pecados Íntimos é um empregado ligeiramente mais competente do que a Sra. Johnson, mas isso não é dizer muito. “Ele é o cara que leva o lixo para fora, apara o gramado, e conserta os carros, exceto que ele está geralmente tão bêbado e tão desinteressado que seu trabalho não é mais levado a sério”, Grahame-Smith diz. “O gramado está crescido, a casa caiu em ruína, e todos os carros estão em blocos de concreto. Seu coração definitivamente não está mais no trabalho”.

(9) Roger Collins (Jonny Lee Miller) – Este outrora grandioso descendente da família Collins é uma das principais razões do clã aristocrático ter caído em tal desgraça. “Ele é assustador, um cara egocêntrico, que gosta de regular Willie por toda a parte, gosta de fingir que a família ainda está no topo de seu plano”, Grahame-Smith diz. Ele não é só um mau pai de David, mas um medíocre administrador de tudo quanto for a escassa riqueza que sua família mantém. “Quando Barnabas aparece e tem algumas idéias muito específicas sobre como fazer as coisas direito, ele, obviamente, está batendo de frente com Roger Collins”.

(10) Elizabeth Collins Stoddard (Michelle Pfeiffer) – A mãe de Carolyn Stoddard, e figura materna para David, ela é o único membro adulto do clã Collins que é pelo menos um pouco competente. “Elizabeth é a rocha da família. Ela é a matriarca”, Grahame-Smith diz. “Ela é a guardiã da história Collins, e uma protetora feroz do que resta da sua família. Ela é a única que insiste na melhor atenção para as crianças, ainda que não tenham o mesmo dinheiro de antes. Ela é uma mulher muito forte que, infelizmente, tem sido tratada com golpes muito difíceis”. Com uma bruxa perpetuamente tentando destruí-la, e um parente vampiro perdido há muito tempo está se virando para recuperar o controle, “há muito para ela lidar”, diz Grahame- Smith.

Fonte

Tradução: Cristina – Equipe Johnny Depp Forever – Não reproduza sem os créditos!

Leave a comment