Johnny Depp Forever
A sua fonte de informações sobre o ator e músico Johnny Depp
Johnny Depp processa Amber Heard em U$50 milhões por difamação
março 1, 2019

Johnny Depp instaurou um processo judicial por difamação contra sua ex-esposa, Amber Heard, alegando que as acusações de violência doméstica feitas pela atriz foram “uma elaborada farsa” e ele exige 50 milhões de dólares.

De acordo com os documentos obtidos pelo The Blast, Depp está levando em conta um artigo escrito por Heard para o Washington Post em dezembro de 2018. Os documentos mencionam que “a Srta. Heard deu a entender que escrevia pela perspectiva de uma ‘figura pública, representante de abuso doméstico’ e alegou que ela ‘sentiu toda a força da ira da nossa sociedade contra mulheres que denunciam’ quando ela ‘se pronunciou contra violência sexual’.”

O advogado de Depp reconhece que Heard nunca menciona o ator pelo nome, mas argumenta que todo o artigo “depende da premissa central de que a Srta. Heard foi uma vítima de violência doméstica e de que o Sr. Depp cometeu violência doméstica contra ela.”

No processo, Depp chama as “falsas alegações” contra ele de “uma elaborada farsa para criar publicidade positiva” para a atriz e para “avançar sua carreira”. O documento fortemente declara que foi ela que o atacou: “a Srta. Heard não é uma vítima de violência doméstica; ela é o perpetrador”.  

A implicação clara do artigo de que o Sr. Depp é um agressor doméstico é categoricamente e comprovadamente falsa. O Sr. Depp nunca abusou da Srta. Heard. Suas alegações contra ele eram falsas quando feitas em 2016. Elas faziam parte de uma elaborada farsa para criar publicidade positiva para a Srta. Heard e para avançar sua carreira. As falsas alegações da Srta. Heard contra o Sr. Depp foram conclusivamente refutadas por dois policiais diferentes, uma longa enumeração de testemunhas imparciais, e 87 vídeos de câmeras de segurança recentemente obtidos. Por já ter sido presa anteriormente por violência doméstica e por ter confessado sob juramento uma série de ataques violentos contra o Sr. Depp, a Srta. Heard não é uma vítima de violência doméstica; ela é o perpetrador. A Srta. Heard violentamente agrediu o Sr. Depp da mesma forma que foi flagrada e presa por violentamente agredir sua parceira anterior.

Ele alega que as acusações de Heard “foram conclusivamente refutadas por dois policiais diferentes, uma longa enumeração de testemunhas imparciais, e 87 vídeos de câmeras de segurança recentemente obtidos”.

Um incidente entre o casal que foi muito difundido pela mídia ocorreu em 21 de maio de 2016 quando Heard alegou ter sido atacada por Depp. Depp alega que um vizinho deu uma declaração em que dizia que “ele interagiu com Heard repetidas vezes, a curta distância, quando ela estava sem maquiagem, e ela estava absolutamente sem marcas e ferimentos entre os dias 22 e 27 de maio de 2016”.  

O documento também menciona que dois policiais “testemunharam sob juramento terem observado o rosto da Srta. Heard atentamente, sob boa luz, no dia 21 de maio, e não viram sinais de lesão”.

O documento afirma que um funcionário do edifício reviu vídeos das câmeras de segurança três dias depois do incidente. Depp alega que o funcionário “testemunhou sob juramento ter visto Whitney Heard fingir dar um soco no rosto de sua irmã. Então, a Srta. Heard, a Srta Pennington [melhor amiga de Heard], e Whitney Heard deram risada”.

Foi concedida a Heard uma ordem de restrição temporária contra Depp por causa do incidente de 21 de maio, depois que ela alegou “viver com medo de que Johnny retorne à residência de surpresa para me aterrorizar, física e emocionalmente”.  

Depp também detalha um incidente que ocorreu um mês depois deles se casarem quando ele alega que ela arremessou uma garrafa de vodca que se estilhaçou quando entrou em contato com a sua mão. Ele alega que seu dedo precisou ser reimplantado cirurgicamente e que Heard “disseminou falsos relatos sobre o incidente, lançando Depp como o perpetrador de seu próprio ferimento.”

Em um repugnante episódio em particular que ocorreu apenas um mês depois de se casarem, Heard quebrou os ossos da ponta do dedo do meio de Depp, quase decepando-o completamente. Heard arremessou uma garrafa de vodca contra Depp – um dos diversos projéteis lançados contra ele nesta e em outras ocasiões. A garrafa se estilhaçou quando entrou em contato com a mão de Depp, o vidro quebrado e o impacto cortaram o seu dedo que precisou ser reimplantado cirurgicamente. Heard, então, disseminou falsos relatos sobre o incidente, lançando Depp como o perpetrador de seu próprio ferimento.

Ele alega que o artigo ao Washington Post causou danos a sua carreira e afirma que quatro dias depois de sua publicação, foi anunciado que ele não mais faria parte da franquia Piratas do Caribe.

O advogado de Johnny Depp resume: “a Srta. Heard também sabia que sua elaborada farsa funcionou: como resultado de suas falsas alegações contra o Sr. Depp, ela se tornou queridinha do movimento #MeToo, tornou-se a primeira atriz a ser nomeada Campeã dos Direitos Humanos pelo Comitê de Direitos Humanos da ONU, foi nomeada embaixadora do direitos das mulheres pela [ONG] União Americana pelas Liberdades Civis e foi contratada como porta-voz global da L’Oreal Paris”.

Depp está processando por difamação e pedindo 50 milhões de dólares como indenização de reparação de danos.

Tradução: Patrícia (Equipe Johnny Depp Forever)

Fonte

Leave a comment