Johnny Depp Forever
A sua fonte de informações sobre o ator e músico Johnny Depp
Como o Funny Or Die conseguiu ter Johnny em sua paródia de Donald Trump
fevereiro 10, 2016

Em entrevista ao Adweek, o presidente de conteúdo digital do Funny Or Die, Chris Bruss, contou como eles conseguiram trazer Johnny para interpretar Donald Trump na paródia “The Art of the Deal: The Movie”. Leia os trechos traduzidos a seguir.

Como Johnny foi parar na paródia

Johnny foi a primeira pessoa a bordo. Tudo aconteceu rapidamente após isso. Ele tinha vindo aos escritórios para uma reunião com Adam McKay e Owen [Burke, editor-chefe do FOD] juntou-se ao encontro e deixou Johnny saber, “Ei, nós temos essa ideia, nós temos esse roteiro” e lançou para ele. Ele se comprometeu. Assim que ele estava a bordo, nos mexemos a todo vapor e a produção e o resto do elenco se reuniram muito rapidamente.

Sobre a produção

Filmamos isso no início de dezembro; tínhamos apenas quatro dias para rodá-lo. Filmamos basicamente no escritório do Funny or Die – houve alguns outros locais, mas filmamos principalmente aqui.

Quando filmamos, não sabíamos se Trump era o negócio certo. Sabíamos que ele estava recebendo muita atenção da imprensa, mas não sabíamos exatamente quanto tempo ele iria ficar por aqui. À medida que as semanas passavam e Trump ganhou em popularidade e se tornou uma sensação cada vez maior no cenário político, percebemos que teríamos um pouco mais de tempo do que pensávamos para ajeitar isso. Nós conseguimos Kenny Loggins para fazer a música tema, e Ron Howard para fazer a introdução. Tudo meio que se uniu no momento perfeito, onde fomos capazes de liberar isso um dia depois da primária de New Hampshire. Esta é uma forma divertida para que sejamos uma parte dessa história.

Leave a comment